Apenas mais uma de amor...

Thursday, July 31, 2008

"Eu queria um grande amor.
Tá, vai, pode ser pequeno
Mas que seja de verdade.

Bem... de mentira também serve.
Mas que dure bastante...

Não tem? Pode ser rapidinho então.
Daqueles cheios de instantes felizes.

Tudo bem, UM só instante.
Fogos de artifício? Estrelas?

Tá, tá bom, aceito lamparina...
Só quero que tenha brilho...
Senão, meu coração nem liga".

by Ju Pietra

Na verdade, eu prefiro as estrelas e os fogos de artifício. Brilham mais...
Gosto muito de luz, do diferencial...
Quanto à lamparina, veio de uma frase que eu li no mesmo dia: "Entre nada e qualquer coisa..."

Foi apenas um surto poético... Parei de procurar o tal "príncipe" por uns tempos. Primeiro, porque acho que ele é um cara comum, como eu e você. E que está por aí, batalhando, lutando pra vencer, em algum lugar... Então qualquer hora a gente se encontra.

Não é mais como quando eu tinha 15 anos que vivia em função desse bendito. Achava que a felicidade era vinculada a presença de outra pessoa. Hoje sei que posso ser feliz comigo mesma. Não que eu não precise de um amor. Mas eu quero um amor maduro, no sentido de que seja mais tranqüilo... Coisas que a idade trazem pra gente, não é?

Se for pra sonhar, a gente sonha e constrói.
E a melhor parte do amor é a convivência.

21 comments:

Du July 31, 2008 at 2:20 PM  

Concordo Ju, devemos aprender que a felicidade está dentro de cada um de nós, aí sim, poderemos ser felizes ao lado de qualquer pessoa!

Beijo

Susanna Martins July 31, 2008 at 2:44 PM  

O amor realmente é tudo, não importa como seja, o importante é que amamos e o importante é apenas, amar!!!
Lindo tuudo aqui!
Beijooos, Jú!!

Tô esperando vc lá!! hahaha

Di July 31, 2008 at 4:11 PM  

Estando bem consigo mesma você atrai coisas boas, isso é o mais importante. :)
Amar e ser amada vai ser conseqüência disso.
Ele aparece qdo for o momento certo.
Beijo

NANDO DAMÁZIO July 31, 2008 at 5:08 PM  

Disse tudo Ju, príncipes existem, mas não são encantados como nos contos. Os príncipes da vida real são homens comuns e batalhadores, que apesar de tudo sabem proporcionar felicidade à mulher amada... É isso, príncipe mesmo é o cara que quando você encontra te faz se sentir completa.

Muito legal essa sua clareza, sem mágica e sem encanto, de pés no chão.

Agora, esse poeminha é lindo, inspiradíssimo, gostei muito mesmo.

Beijão!

O Profeta August 1, 2008 at 10:58 AM  

Embriago-me nas tuas letras...


Doce beijo

Nathália August 1, 2008 at 6:10 PM  

Até porque, é a convivência que tras (ou tira) o amor.

Adorei o poema que iniciou o post.

Beijo!

Cadinho RoCo August 1, 2008 at 6:36 PM  

Agora sim você vai pela direção eficaz que é a de não procurar porque assim você permite que a aparição aconteça plenamente.
Cadinho RoCo

Luca August 1, 2008 at 10:36 PM  

Eu já escrevi sobre a pulsação e o sentimento adolescente q arraigamos, qdo nos apaixonamos. Faz muuito tempo e, ainda, penso q, por mais maduros q nos tornemos, ainda compensamos atitudes infantis no trato dos nossos 'amores'.

De tudo, do seu texto e do q eu imagino, relembro uma música cantada pela Adriana Calcanhoto, chamada "Aconteceu".

Aconteceu quando a gente não esperava
Aconteceu sem um sino pra tocar
Aconteceu diferente das histórias
Que os romances e a memória
Têm costume de contar
Aconteceu sem que o chão tivesse estrelas
Aconteceu sem um raio de luar
O nosso amor foi chegando de mansinho
Se espalhou devagarinho
Foi ficando até ficar
Aconteceu sem que o mundo agradecesse
Sem que rosas florescessem
Sem um canto de louvor
Aconteceu sem que houvesse nenhum drama
Só o tempo fez a cama
Como em todo grande amor


Bjuuuuuuuuuuuuuuuuu

E, olha, está mais q aceita emiessienicamente. Estou sem tempo para entrar durante o dia, mas a gente se tropeça por aí.

Bom final de semana pra tu, cara de tatu!

Vênus August 2, 2008 at 10:03 AM  

oi,ju
Adorei seu poema e suas palavras sobre o amor.
Mas,como vc mesma conclui:depois de um certo tempo a gente ou fica "mais exigente" ou compreende melhor o que é verdadeiramente o amor.
Obrigada pela visita.Também vou linkar seu blog e ...Volte sempre!
beijocas!

Lorena August 2, 2008 at 10:35 AM  

É... Ultimamente estou de acordo com o seu poema. Também já mparei de acreditar nesses "nobres encantados", até porque hoje nem quero mais nenhum. Quero alguém desencantado mesmo, humano, carne-e-osso.
E estar sozinha não é ruim, não, mesmo que às vezes o amor faça falta. O que não pode é perder a esperança e a vontade de se apaixonar de novo!

Lindo texto e lindo poema, Ju. =)

beijos!

Sahmany August 2, 2008 at 7:10 PM  

Oieeeeeeee!!!!
Menina! Que post! Amei!
Sábias palavras.
Beijos.

Sahmany August 2, 2008 at 7:37 PM  

Aháaaaaa tá de plantão aí é?
kkkkkkkkkkkk
Amei o selinho heim?
ah, xo falá procê: a pessoa certa é as vezes a pessoa errada viu?
hehehehehehe

Sahmany August 2, 2008 at 8:05 PM  

Até já agradeci, vai lá ver!

Leonardo Werneck August 2, 2008 at 9:06 PM  

Felicidade primeiramente em si, é um passo longo e certo para que possamos fazer quem quer que seja feliz também.

Bejão

Francine Esqueda August 2, 2008 at 11:47 PM  

Olá?!! Aproveitando o fim de semana??
Espero que sim!
Eu estou atolada de trabalho e compromissos, por isso passo rapidinho, para dar aquela fuçada básica e agradecer sua super visita.
Beijos e...
Aproveite o domingão

jubliana. August 4, 2008 at 11:37 AM  

Ah, Ju!

Amores são coisas que quando a gente quer muito, vêm e vão e quando desencanamos, ele vem e fica. E é tão tão gostoso.

Cuidar e ser cuidada. Aposto que quando o seu aterrisar por aí, serão posts e poesias todos os dias. ;)

O Profeta August 5, 2008 at 1:35 PM  

Ai quem me dera agitar o tempo
Atirar a mágoa à voragem da noite
Arrancar as raízes ao pensamento
Sentir a paz que uma lagoa acolhe


Boa férias


Mágico beijo

Rafa* August 8, 2008 at 11:03 AM  

Adorei o poeminha, muito mesmo!

Essa questão de encontrar a pessoa certa, eu tb já desencanei. No momento certo, acredito que alguém vai me encontrar, hehe!!

O blog tá mto bom, vou te linkar no meu blog, ok?!

Bjo

Rafa* August 8, 2008 at 11:03 AM  

Adorei o poeminha, muito mesmo!

Essa questão de encontrar a pessoa certa, eu tb já desencanei. No momento certo, acredito que alguém vai me encontrar, hehe!!

O blog tá mto bom, vou te linkar no meu blog, ok?!

Bjo

Sahmany August 8, 2008 at 5:52 PM  

Cade tu mulé?????

Ultra Violet August 10, 2008 at 6:44 PM  

A melhor e a pior parte, vc quer dizer...

Bjs.

Blogagens Coletivas

  © Blogger template Nightingale by Ourblogtemplates.com 2008. Modificado por Ju Pietra e Suzanna Martins

Back to TOP